• Prefeitura de Acrelândia

Previne Brasil: Prefeitura de Acrelândia participa de Oficina da Atenção Primária à Saúde

O chefe do executivo municipal, prefeito Olavinho Boiadeiro acompanhado do Secretário Municipal de Saúde, Victor Martinelli, participaram de uma oficina, nesta sexta-feira, 17, do Programa Previne Brasil, promovida pelo Ministério da Saúde.


O evento contou com a presença do Secretário de Atenção Primária à Saúde do Ministério da Saúde (SAPS/MS), Raphael Câmara, o presidente do Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (Conasems), Charles Cezar, a Secretária de Estado de Saúde do Acre (Sesacre), Paula Mariano e demais autoridades estaduais.

Vitor Martinelli, secretário de saúde de Acrelândia, é o atual presidente do Conselho dos Secretários Municipais de Saúde do Estado do Acre (Cosems-Acre) e disse que durante o evento ele e o prefeito Olavinho, conversaram com o prefeito da capital e presidente da Associação dos Municípios do Acre (Amac), Tião Bocalom e com o Dr. Rafael Câmara, Secretário Nacional de Atenção Primária do Ministério da Saúde e com o senhor Charles Tocantins de Souza, vice-presidente do Conasems. "Nós conversamos bastante sobre as políticas públicas na área de saúde e sobre o trabalho desenvolvido pelo Cosems no Acre. Em breve vamos nos reunir novamente para uma apresentação mais detalhada, a ideia é estabelecer parceria para seguir avançando sempre, especialmente performar ainda melhor nos 7 indicadores do programa!" garantiu.


O prefeito disse que a agenda do Ministério da Saúde é positiva e garante mais informações e entendimento dos gestores municipais sobre o novo financiamento do atendimento à atenção primária de saúde. "Acho importante esse evento com a presença dos prefeitos, secretários de saúde, representante do MS, Sesacre e Amac, assim, todos ficamos alinhados e podemos trocar experiências, boas práticas, dificuldades e outras questões com o time de Brasília-DF e melhorar cada vez mais a saúde para nossa população. A prefeitura é a porta de entrada, é onde tudo acontece, logo, temos que trabalhar cada vez mais a prevenção na ponta, para evitar maiores desgastes para os pacientes e para o SUS" explicou.


A oficina do Programa Previne Brasil ocorre por todo o país. Os encontros têm o objetivo de promover debates com os gestores estaduais e municipais, o financiamento da Atenção Primária à Saúde (APS) e como a administração efetiva dos recursos melhora a qualidade dos serviços prestados à população.


“O Previne Brasil é o novo programa de financiamento de Atenção Primária à Saúde (APS) ele é baseado nos municípios conseguirem captar a população, nos seus bancos de dados, e também cumprir 7 indicadores. Quem recebe mais, é que mais traz pessoas e quem melhor performa nesses 7 indicadores. Com isso, a gente espera que a saúde pública do Brasil melhore bastante nos próximos anos”, explicou o secretário Raphael Câmara.


Galeria de Fotos


0 comentário