• Prefeitura de Acrelândia

Prefeitura realiza operação busca ativa para contemplar mais famílias nos programas assistências

A Prefeitura de Acrelândia está promovendo a busca ativa de famílias em situação de vulnerabilidade que ainda não tenha se cadastrado nos programas assistências da Prefeitura e Governo do Estado.


Através da parceria estabelecida entre a Secretaria Municipal de Assistência Social e a Secretaria Municipal de Saúde, agora essa busca será ampliada. De acordo com a secretária Regiane, a saúde irá auxiliar na identificação das famílias por intermédio dos agentes comunitários de saúde (ACS).



De acordo com a secretária, o objetivo da agenda e parceria entre as secretarias é para apresentar aos servidores a importância do Programa Auxílio do Bem na vida das famílias em situação de vulnerabilidade social e registrá-las nos sistemas da prefeitura, para assistí-las da melhor forma possível. Os ACS tem um contato com essas famílias e irão nos ajudar a registrar muitas pessoas e levar o serviço do poder público a todos.

"Estamos investindo na busca ativa as famílias em situação vulnerável para levar assistência a todos. Logo a parceria com todas as secretarias municipais e demais instituições são importantes para nos ajudar a encontrar essas pessoas que necessitam do poder público" ressaltou a secretária.

Sobre o programa do governo do estado do Acre, Auxílio do Bem, Regiane pontua que "é um programa criado pelo Governo Estadual do Acre, que tem o objetivo de contemplar as pessoas que não receberam nenhum tipo de auxílio e que estão em situação vulnerável. É um cartão de créditos no valor de R$ 150,00, conveniado ao supermercado Central."


Participaram da reunião para entender detalhes da operação busca ativa na manhã desta segunda-feira, 21, a equipe de assistência social coordenada pela secretária Regiane Teixeira, coordenação do Bolsa Família e Programa Auxílio do Bem, Keila Regiane, Coordenadora de Políticas para Mulheres, Ana Paula Rodrigues, equipe de saúde municipal através dos agentes de saúde.



0 comentário