...
 
  • Prefeitura de Acrelândia

Prefeitura divulga Campanha de Conscientização a violência contra mulher



A Secretaria Municipal de Assistência Social através da Coordenação de Políticas Públicas para as Mulheres de Acrelândia, promoveu uma ação em alusão ao mês agosto lilás com objetivo de conscientizar a população sobre o combate a violência praticado contra as mulheres no município.


A campanha obedece as diretrizes da Lei estadual nº 3.648/2020, com a finalidade de desenvolver ações efetivas no combate à violência contra a mulher e de promover a divulgação da Lei Maria da Penha.



A campanha fora divulgada na noite desta terça-feira, 3, pela Secretária de Assistência Social, Regiane Teixeira, e a Coordenadora do Programa Políticas para as Mulheres, Ana Paula, na Câmara Municipal de Acrelândia, com a presença de todos os vereadores do município.

"Nosso objetivo é levar informações acerca da campanha para os parlamentares, para que possam nos ajudar na divulgação e a pensar políticas públicas de proteção a mulher no âmbito do município." afirma a Secretária.

Em Acrelândia várias ações são e serão desenvolvidas sobre a temática para a mulher, por isso, a iniciativa da Secretaria de Assistência Social em apresentar a campanha e solicitar o apoio dos vereadores na disseminação da divulgação. "Iniciamos o mês de conscientização a violência contra mulher" pontou a coordenadora Ana Paula.


Estamos felizes pela receptiva do parlamento, e agora que eles já sinalizaram total apoio, para o combate a violência contra as mulheres, temos certeza que iremos avançar bastante, para minimizar e se deus quiser, extinguirmos qualquer tipo de violência contra a mulher.


Regiane também pondera que o assunto ainda é tabu no mundo, no Brasil, no Acre e no município, e várias mulheres sofrem agressões em todas as suas formas, como físicas ou psicológicas. “Existem um grande número e mulheres que sofre em nosso município, seja agressões físicas ou psicológicas, o tema ainda é um tabu e precisamos enfrentar, essa luta contra a prática de violência as mulheres devem ser de todos”, destacou.


Saímos da casa do povo confiantes que estamos no caminho certo, realizando o bom combate, contra aqueles que violam de alguma os direitos e desejos da mulher, finalizou a gestora da assistência social municipal.

0 comentário