...
 
  • Prefeitura de Acrelândia

Prefeitura anuncia inauguração da sala de telemedicina para os próximos dias


A Prefeitura de Acrelândia por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) anuncia que em breve inaugurará a sala de telemedicina, beneficiando toda a população com mais atendimentos a quem precisa, usando os recursos de tecnologia da informação e comunicação.


Para o prefeito Olavinho Boiadeiro a iniciativa do governo federal é um grande avanço na saúde e beneficiará agora Acrelândia, que passa a contar com esta nova modalidade de atendimento. "Agora os pacientes e usuários do sistema de saúde poderão receber orientações e realizar consultas através da internet, sendo acompanhado por especialistas, evitando filas nas unidades de saúde, reduzindo custos e agilizando os tratamentos e acompanhamentos" comemorou o gestor.


A Semsa explicou que a Telemedicina é a prestação remota de serviços de saúde através da utilização de recursos tecnológicos e de telecomunicações para a troca de informações nos diferentes níveis de atenção à saúde, entre profissionais de saúde e entre médicos e pacientes; que já vem sendo utilizada em todo mundo de forma segura e legalizada, de acordo com a legislação e as normas médicas.


O secretário Vitor Martinelli, frisou que a prática se popularizou ainda mais durante a pandemia da covid-19, quando o governo brasileiro liberou também as teleconsultas e destacou que em Acrelândia serão disponibilizadas as seguintes especialidades:

• Cardiologia

• Endocrinologista

• Pneumologia

• Reumatologia

• Psiquiatria

• Neurologia

• Neuropediatria – Crianças e jovens de até 16 anos.


"Agora, vamos poder inclusive celebrar parcerias com hospitais e outros, para atender da melhor forma a nossa população, agilizando o atendimento, dando comodidade as pessoas de qualquer lugar, receberam atendimento de saúde através das tele consultas e telemedicina." frisou e ainda reforça que a telemedicina possibilita aos profissionais de saúde trocarem experiências de casos e conhecimentos através da rede mundial de computadores, ouvindo opiniões de especialistas do Brasil todo, finalizou.

0 comentário