• Prefeitura de Acrelândia

Prefeito reivindica nova substação e pede providências para quedas constantes de Energisa

O chefe do executivo municipal, prefeito Olavinho Boiadeiro, convidou a diretoria executiva da Energisa para uma agenda nesta sexta-feira, 10, para tratar de assuntos de interesse do município como a implantação de uma nova substação de energia elétrica e resolução do problema das constantes quedas de energia elétrica no município.


"O objetivo da reunião foi informar ao presidente dos problemas que estamos tendo no município com quedas constantes de energia elétrica, bem como, a necessidade de implantação de mais uma nova substação para garantir energia limpa e de qualidade e para o município e permitir que novos negócios se instalem em Acrelândia e gerem emprego e renda e novas divisas para a cidade" destacou o prefeito.



A agenda ocorreu no Polo CEDUP com a presença do Prefeito Olavinho Boiadeiro, Presidente da ENERGISA e demais diretores, Secretário de Administração e Finanças e Chefe da Casa Civil, Zezinho da Saúde, Secretário de Obras, Gildesio, representantes da Secretaria de Assistência Social e Conselho Tutelar e os vereadores Gilberto da Patrol, Ivanir, Rozeno, Odilon, Beto do Trazibe, Cleuson e Belmont.


A maioria dos presentes de forma unânime reclamaram bastante dos problemas de energia que vem resultando em constantes quedas de energia, principalmente pós as 18 horas, diariamente. "Já virou rotina" disse o prefeito reivindicando uma nova substação e resoluções para o problema em favor da população.


Vídeo: Tá na Mídia - O Acrelândia.com


O Prefeito destacou sua preocupação com relação a situação e disse que algumas empresas de pequeno porte já manifestaram interesse em se instalar no munícipio, mas devido a baixa tensão que chega em alguns lugares, sinalizaram que desistiram da ideia.

"Isso gera inúmeros prejuízos a cidade, pois quando uma empresa desiste de se instalar no municípios, a gestão municipal deixa de gerar emprego e renda, arrecadar ISS, taxas de Alvará, Vigilância Sanitária, IPTU, movimentar o comércio local entre outros" pontou indignado.

Após ouvir as reivindicações do chefe do executivo, vereadores e demais presentes, o diretor-presidente da Energisa Acre, José Adriano, informou que que todas as demandas serão estudadas e que a solução será data em breve; e anunciou um pacto de investimentos de 50 milhões de reais através de uma obra de expansão do linhão da capital até Acrelândia e uma nova subestação que será construída no município, com previsão de entrega até abril de 2023.



0 comentário