• Prefeitura de Acrelândia

Prefeito acompanha debate de projetos de lei e convida vereadores para prestação contas

Prefeito presta contas sobre início de 2º ano de mandato na Câmara Municipal


O prefeito de Acrelândia, Olavinho Boiadeiro, esteve na sessão ordinária da Câmara Municipal, reunido com os vereadores, para apresentar sua prestação de contas sobre sua gestão, principalmente, deste início de segundo ano de mandato.

A obrigação de prestar contas é de todo aquele que gere recurso público. Assim, o prefeito reforçou a transparência da sua gestão e atendendo ao convite do presidente do parlamento se reuniu com os parlamentares. Acompanhou o prefeito vários secretários municipais e servidores.

"Quero reforçar o meu compromisso com o município de Acrelândia e com esta casa legislativa. Temos que trabalhar com união e respeito, ouvindo todas as opiniões. Avançamos bastante, com planejamento e responsabilidade, e veja que estávamos trabalhando o PPA da gestão anterior, a partir de janeiro de 2022, estamos no nosso PPA, então, vamos conseguir investir mais na saúde, educação, assistência social, na logística e infraestrutura rural e urbana" destacou o prefeito.

O prefeito também reforçou a importância da harmonia entre os poderes e disse que os projetos discutidos e votados na casa legislativa são importantes. Infelizmente nem todos os projetos podem ser implementados, seja por ilegalidade ou inconsistência constitucional ou por inviabilidade orçamentária.


Sobre o projeto (PL) 40/2021 que tenta disciplinar o controle da Frota municipal, o prefeito informou que só na Secretaria Municipal de Obras foi economizado em 2021, comparado com 2020, quase 1,8 milhão de reais. Com relação ao PL 39/2021 (Sac da Iluminação Pública), o prefeito destacou que o cidadão pode solicitar manutenção da iluminação pública através do portal do município na seção de Ouvidoria ou e-sic, e também pelo telefone da prefeitura.


O prefeito também aproveitou para esclarecer algumas críticas dos parlamentares e se colocou a disposição para apurar os fatos e diz que se houver provas materiais de qualquer ilícito não terá nenhum problema em exonerar servidores ou rescindir contrato com empresas que sejam inidôneas ou que desrespeitam a lei anticorrupção e/ou estão em desacordo com as habilitações nos termos da Lei 8666/93.


O chefe do executivo aproveitou também para convidar todos os vereadores, para que no próximo dia 11 de março de 2022, para participarem da prestação de contas de 2021 e sua comparação com o ano anterior.

0 comentário