• Prefeitura de Acrelândia

Aleac aprovou o decreto de calamidade pública de Acrelândia

A unidade local de saúde atende entre cinco e seis pessoas diariamente com sintomas de gripe, que podem levar a suspeita de coronavírus em Acrelândia. O sistema local de saúde pede ajuda ao Governo do Estado.

Com pouco mais de 15 mil habitantes, Acrelândia tem a 2ª maior incidência da doença no Estado, perdendo apenas para Rio Branco. Nesta quarta-feira (1) o município alcançou oito casos positivos. A situação em Acrelândia chamou a atenção de deputados na Assembleia Legislativa. “É uma cidade pequena. Olha o perigo”, disse a deputada Antônia Sales, pedindo que o Estado amplia seu apoio àquela cidade. A Aleac aprovou o decreto de calamidade pública. A Secretaria Municipal de Saúde já não tem muita dúvida quanto à origem dos casos. Foi numa reunião política em Plácido de Castro que houve contato com pessoa contaminada.

0 comentário