• Prefeitura de Acrelândia

Agosto lilás: Acrelândia realiza atividades de conscientização contra à violência a mulher

O mês de agosto denominado “Agosto Lilás” é um mês dedicado por segmentos públicos e entidades para conscientizar a população sobre a importância de se combater a violência praticada com as mulheres em todo o Brasil.



Em Acrelândia não seria diferente, a prefeitura municipal de Acrelândia através da secretaria de assistência social e setor de políticas públicas para mulheres e estado, desenvolvem durante todo o mês, ações voltadas ao combate contra violência praticada as mulheres acrelandenses.


Ações teve início nesta semana com uma ação nas ruas da cidade onde as mulheres pedia o fim da violência e abusos, autoridades e segmentos privados também participaram da ação.



Segundo a secretária de assistência social de Acrelândia Professora Regiane Teixeira, Durante todo o mês de agosto, será desenvolvido em parcerias com o estado e outras entidades como, ministério público, polícia civil e militar, ações de conscientização desde de palestras, panfletagem nas ruas da cidade e outras ações que venha conscientizar a população a pôr fim à violência praticada contra as mulheres. Regiane frisa ainda que o município registrou um alto índice de violência contra as mulheres, desde de violência físicas e psicológicas. “Atualmente o nosso município de Acrelândia está entre os que mais se praticam violência contra a mulher, precisamos dar um basta nesta situação, são mulheres que chega todos os dias na assistência social ou na delegacia que sofreram alguma violência, precisamos conscientizar a população a denunciar qualquer crime praticado contra as mulheres. Durante todo este mês, iremos desenvolver várias ações que possa conscientizar os cidadãos a lutar contra a violência a mulher acrelandenses."


Próxima agenda (24 de agosto de 2022)


No dia 24 de agosto de 2022, quarta-feira, está previsto uma grande caminhada nas ruas de Acrelândia com a participação de vários segmentos públicos e privados, pedindo fim a violência contra as mulheres.

0 comentário